Bem vindo ao blog Detetives do Passado

Se você é interessado em debater metodologia do ensino de História, está no lugar certo. Criamos este espaço para promover o diálogo entre professores do ensino básico e do ensino superior, para divulgar experiências de pesquisa e ensino, a partir do projeto Detetives do Passado, e para tratar de temas gerais relativos à pesquisa, ao ensino e à divulgação de História!

26 de outubro de 2009

Detetives do Passado está no ar!

www.historiaunirio.com.br/numem/detetivesdopassado 

O projeto “Dimensões da Cidadania no Oitocentos: oficinas de ensino de História” foi pensado com o objetivo de discutir algumas possibilidades de realizar conexões entre o conhecimento produzido na universidade e aquele construído na escola, através da produção de propostas metodológicas – denominadas oficinas – que permitam ao professor trazer para a sala de aula questões abordadas pela historiografia recente, fornecendo instrumentos para que seus alunos sejam capazes de observar, analisar, classificar e fazer generalizações, construindo conceitos e adotando novos comportamentos. 
 
Estas atividades estão baseadas em experiências anteriores, publicadas no livro Oficinas de História e nas atividades desenvolvidas nas disciplinas Metodologia do Ensino de História e Seminário de Pesquisa em Ensino de História, ministradas aos alunos do curso de graduação em História da UNIRIO, e também no formato das webquests, que vêm sendo largamente empregadas em atividades de ensino baseadas na internet. Nosso desafio foi o de procurar aliar os recursos da tecnologia a uma proposta metodológica consistente, criando uma forma criativa de aprender e de ensinar. (Veja mais sobre as webquests em http://webquest.sp.senac.br/textos/oque e http://webquest.org/index.php).


A forma privilegiada de desenvolvimento das oficinas se dá através do contato com os vestígios que nos foram legados, e que são a “matéria prima” dos historiadores: as fontes. A intenção é a de que, proporcionando ao aluno um contato direto com as fontes, seja possível criar mecanismos através dos quais ele seja capaz de compreender o processo de produção do conhecimento, ao mesmo tempo em que toma contato com a produção historiográfica sobre o tema escolhido. 

A metodologia de trabalho a ser desenvolvida nas oficinas segue a perspectiva do método indiciário. Assim, a partir do exemplo do trabalho do detetive, pretendemos mostrar como o conhecimento histórico é, necessariamente, fruto de uma investigação. Com isso, nossa esperança é que, ao realizar as oficinas propostas, os alunos encarem  o principal desafio do projeto: o de exercitar a autonomia ao aprender a pesquisar.

11 comentários:

  1. Prezadas Keila e Anita, parabéns pelo site, do título ao desenvolvimento, é muito bom - quais serão os próximos temas? E já que tem o documento da Fisicatura, aproveito para indicar o site O Arquivo Nacional e a história luso-brasileira (www.historiacolonial.arquivonacional.gov.br)que entre suas seções apresenta a "Sala de Aula" e "d. João nas escolas", esta última comemorativa dos 200 anos da Corte. Abs., Claudia Heynemann

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pelo retorno, Claudia! Abrimos uma nova seção para indicar sites importantes, inaugurado com o do Arquivo Nacional.
    abraços
    Keila

    ResponderExcluir
  3. EXCELENTE MATERIAL DE ENSINO E APOIO, COM CERTEZA UTILIZAREI EM MINHAS AULAS,PORÉM GOSTARIA IMENSAMENTE DE RECEBER O CD. AGRADECIDA ANTECIPADAMENTE. HERMINIA( pRFESSORA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA).

    ResponderExcluir
  4. Hermínia,
    Mande-nos seu endereço e nome da escola, que lhe enviaremos o CD!
    abraços
    Keila

    ResponderExcluir
  5. Sou Detetive há oito Anos tenho orgulho de minha

    Diario Oficial 16/04/1990

    todos os serviços aqui citados são autorizados pelo MTE. ministerio do trabalho e emprego CBO. clasificação brasileira de ocupação reconhecido no Diario Oficial Da Policia Civil Do Estado do Rio resolução 0383 desde 16/04/1990 Secretaria Estadual da Policia Civil
    Poder Executivo
    CNAE-Classificação Nacional de Atividade Economicas.
    codigo.3518 de 20002
    Delegacia Especializada da Policia Federal Folhas 14 e 15 de 05/05/2005 Sejur.- Delesp.

    ResponderExcluir
  6. Sou Detetive há oito Anos tenho orgulho de minha profissão.

    Telefone:(21)4113-4009

    Diario Oficial 16/04/1990

    todos os serviços aqui citados são autorizados pelo MTE. ministerio do trabalho e emprego CBO. clasificação brasileira de ocupação reconhecido no Diario Oficial Da Policia Civil Do Estado do Rio resolução 0383 desde 16/04/1990 Secretaria Estadual da Policia Civil
    Poder Executivo
    CNAE-Classificação Nacional de Atividade Economicas.
    codigo.3518 de 20002
    Delegacia Especializada da Policia Federal Folhas 14 e 15 de 05/05/2005 Sejur.- Delesp.

    ResponderExcluir
  7. Post bem interessante!

    http://detetiveparticularqueiroz20.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Bom Dia

    meu professor me apresentou ao site durante aulas de pós-graduação e gostei muito. Não estou vinculado à nenhuma escola ainda, mas gostaria do CD, já que em minha cidade (no meu bairro) principalmente, a internet é muito deficitária.
    Meu nome é Aristides Leo Pardo
    Caixa Postal 71 - porto união - sc - CEP 89400-000

    Agradeço desde já.

    ResponderExcluir
  9. GOSTARIA IMENSAMENTE DE RECEBER O CD. AGRADEÇO ANTECIPADAMENTE.SOU PROFESSOR DA REDE PÚBLICA DE BRASÍLIA.

    MEU ENDEREÇO É : RUA 37 NORTE, LOTE 05 BLOCO A, APARTAMENTO 1502 - ÁGUAS CLARAS - DISTRITO FEDERAL CEP: 71919 - 360.

    MINHA ESCOLA É O CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 35 DE CEILÂNDIA.

    ResponderExcluir
  10. Não consigo abrir o site, saiu do ar?

    ResponderExcluir
  11. Os Professores e Mestres Pedagógicos especializados em História são os verdadeiros detetives do passado. Parabéns pela matéria!
    Vistem-nos também! Waleikum Assalam!

    ResponderExcluir

Você utilizaria as atividades do Projeto Detetives do Passado com seus alunos

Participantes

Pesquisar este blog